HOMEM QUE MORREU AO CAIR DE TORRE DE ILUMINAÇÃO DE PALCO ANTES DO SHOW DE TERÇA-FEIRA, FOI SEPULTADO ONTEM EM SANTA INÊS


Agora Santa Inês - Homem que morreu ao cair de torre de iluminação de palco antes do show de terça-feira, foi sepultado ontem em Santa Inês
O corpo de  Raimundo Rodrigues de 36 anos, morador da Rua Araras no Parque Santa Cruz, em Santa Inês, foi sepultado no final da tarde de  ontem, quarta-feira (2), no Cemitério do São Benedito. 

Raimundo Rodrigues trabalhava para a empresa de sonorização e iluminação de eventos Mateus Som, e no final da tarde de terça-feira, logo após a montagem do som que iria atender ao show do cantor católico Tony Allysson, na casa de eventos Brut’s Gigante, resolveu subir na torre de iluminação, talvez para corrigir o direcionamento de uma das lâmpadas, escorregou e caiu de uma altura de aproximadamente 7 metros, batendo no chão com a cabeça, tendo fraturado o crânio e quebrado o pescoço o que o teria levado a óbito ainda no local do acidente, muito embora ele tenha sido socorrido imediatamente e levado para o Hospital Municipal Tomaz Martins, onde de fato, disse a equipe médica que o atendeu, já teria chegado sem vida.
REAÇÃO DE TONY ALLYSSON
Raimundo trabalhava na empresa Mateus Som já há bastante tempo. O dono da empresa conhecido como Neguinho, tinha ele na conta de um grande profissional, e prestou juntamente com os organizadores do show católico, toda assistência à família de Raimundo. A morte dele constatada por volta das 18:40, foi comunicada ao organizadores do show, as Irmãs Pequeninas e a RCC – Renovação Carismática Católica de Santa Inês, causando um grande impacto em todos os envolvidos no evento que só não foi cancelado, em razão das várias caravanas de católicos que a essas alturas do horário, já estavam chegando a Santa Inês. O fato também foi comunicado ao cantor Tony Allysson e sua equipe. O artista cristão entrou em profunda reflexão sobre a tragédia, e resolveu mudar totalmente o repertório do show, fazendo-o em homenagem a Raimundo Rodrigues que morrera horas antes. Antes de entrar no palco o cantor que é ministro de Cura e Libertação, foi levado à sala de Intercessão que ficou ao lado do camarim, onde se prostrou de joelhos diante do Santíssimo em oração por mais de 40 minutos, tendo recebido as bênçãos do Padre Zequinha – pároco da Matriz de Santa Inês – e a comunhão dada pelo fratter Juliano. Só então Tony autorizou que o chamasse ao palco, e suas primeiras palavras pegou o público ali presente de surpresa, visto que a morte de Raimundo não havia sido comunicada a quem estava no local para assistir o show: “meu show hoje, não será um show alegre, não cantarei nenhuma música alegre, farei um show oracional voltado para o Espírito Santo, em razão da morte de um trabalhador da equipe de som e luz que aconteceu aqui no final da tarde de hoje”, disse ele na abertura de sua apresentação. O público silenciou diante da informação.  De fato,  o show foi mais oração do que música. “Quero dedicar este show a alma de Raimundo, e se alguém conhecer a família dele, leve a minha mensagem de solidariedade”, disse ele. O nome do auxiliar de montagem de som e luz foi citado pelo artista por várias vezes durante o show.
O SANTÍSSIMO SILENCIA PLATEIA
Antes de finalizar sua apresentação que comoveu a todos os presentes, Tony Allysson pediu que levassem o Santíssimo para o palco, o que foi feito pelo Padre Zequinha e pela ministra de Eucaristia, Camila, e houve ali alguns minutos de adoração, onde a maioria do público e todos que estavam no palco ficaram de joelhos. Em alguns momentos o silêncio tomou conta daquele espaço. Nem parecia que havia ali milhares de pessoas. Para finalizar, o show oracional foi encerrado já por volta das 12:10 da noite, logo após a retirada do Santíssimo do palco. Ele demorou-se por alguns minutos no camarim e de lá seguiu para o hotel. Na noite anterior ele havia se apresentado em Curitiba.
A FATALIDADE
O fato que vitimou fatalmente Raimundo Rodrigues, impactou todos os organizadores do show e levou tristeza aos seus familiares. “Difícil explicar ou compreender o que aconteceu”, diziam todos. Representantes da RCC local e das Irmãs Pequeninas, bem como o dono da empresa Mateus Som e os da casa de eventos Júnior e Paulinha (cedida gratuitamente para o evento. 80% do valor do som também foi cortesia para as instituições católicas), estiveram na manhã e tarde de ontem na casa onde residia Raimundo, sua mulher e filhos, e onde o corpo estava sendo velado, momento em que fizeram orações e deram total apoio logístico para os  familiares do falecido. Todos, entretanto, ainda estão sob o impacto do que aconteceu, e lamentam profundamente.        


Fonte:Agora Santa Inês
HOMEM QUE MORREU AO CAIR DE TORRE DE ILUMINAÇÃO DE PALCO ANTES DO SHOW DE TERÇA-FEIRA, FOI SEPULTADO ONTEM EM SANTA INÊS HOMEM QUE MORREU AO CAIR DE TORRE DE ILUMINAÇÃO DE PALCO ANTES DO SHOW DE TERÇA-FEIRA, FOI SEPULTADO ONTEM EM SANTA INÊS Reviewed by Romério Carvalho on quinta-feira, novembro 03, 2016 Rating: 5